Primeira experiência itinerante na Gamboa

Quem já experimentou, sabe que revelar fotos, além de ser um processo mágico, exige uma certa estrutura. Bandejas, pinças, química, lâmpada vermelha e, o principal, nenhuma entrada de luz.

Isso pode tornar o o exercício com câmeras artesanais restrito à um local onde já há um laboratório montado. Sim. No entanto, o pessoal do coletivo Fotografia Expandida, utilizando das diferentes áreas de conhecimentos (e muita vontade de criar) de nossos integrantes, montou uma uma cabine laboratório, dando vida ao que chamamos de lab itinerante! Agora, a arte de revelar fotos se faz possível em qualquer lugar.

558375_521381004573791_1048317233_n

A nossa primeira oficina foi realizada no Instituto Pretos Novos, localizado no sítio arqueológico Cemitério dos Pretos Novos no bairro da Gamboa. A proposta é a mesma, dar continuidade ao trabalho iniciado há um ano, criando imagens de uma zona da cidade que sofre com os impactos de um forte processo de gentrificação. Lembrando que se tratam de experimentações, estamos abertos aos “erros”, ao  imprevisível, espontâneo, enfim, nad… imagens singulares fruto de uma experiencia coletiva. Voilá

01   030204 08 07 09 11   1617

 1412

Galeria | Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s